Os Homens que não Amavam as Mulheres

 

20160413_184311

O bom de indicar livros é que também recebo muitas dicas de leitura. Eu já tinha ouvido falar da série Millenium, mas foi a recomendação de uma amiga que me despertou a vontade de ler. Muitos de vocês já devem ter lido Os Homens que não Amavam as Mulheres (livro 1 da série), então essa é uma dica um pouco atrasada, mas tá valendo, porque tem sempre alguém que, feito eu, já ouviu falar, mas ainda não se animou para ler. Pois pode se animar, porque é realmente muito bom.

O livro conta a história de Mikael Blomkvist, jornalista investigativo sueco que é condenado por difamação em função de uma matéria publicada em sua revista, a Millenium. Vendo sua credibilidade em baixa, ele resolve se afastar da revista por um tempo, para não prejudicá-la. É quando recebe a proposta de um empresário nonagenário, morador de uma ilha, para investigar o sumiço de sua sobrinha Harriet, ocorrido cerca de 30 anos atrás. Mikael se muda para a ilha e começa a investigação, ainda que sem muita esperança de resolver o mistério. Para ajudá-lo nessa tarefa, Mikael conta com a ajuda de Lisbeth Salander, uma talentosa hacker de vinte e poucos anos, que tem uma vida difícil, resultado de um passado traumático.

Originalmente, a série era composta por 3 livros (Os Homens que não Amavam as Mulheres, A Menina que Brincava com Fogo e A Rainha do Castelo de Ar), escritos pelo sueco Stieg Larsson que morreu pouco depois de entregar a trilogia à editora, em 2004. Em 2015, o também sueco David Lagercrantz lançou o quarto livro da série (A Garota na Teia de Aranha), dando continuação ao trabalho de Larsson.

Adorei o livro e fiquei com muita vontade de ler os outros da série. E como eu sou legal e dou o serviço completo, na Netflix a gente encontra os filmes suecos referentes aos 3 primeiros livros (só assisti ao primeiro), além de Os Homens que não Amavam as Mulheres com Daniel Craig, Rooney Mara e Christopher Plummer (gostei mais desse, achei que foi mais fiel ao livro).

Mas a minha dica é a de sempre: leiam o livro e só depois assistam ao filme. 😉

Anúncios